Escolher o melhor estúdio de gravação para seu projeto certamente influencia no resultado final. Porém, o músico deve observar alguns pontos para que o trabalho realizado atenda às suas expectativas, e isso envolve cuidados antes da escolha, durante o processo de gravação e na finalização. Acompanhe!

O que avaliar ao escolher um estúdio de gravação

Analisar o tipo de projeto

De acordo com o tipo e tamanho do seu projeto, a escolha do estúdio de gravação pode tender para um lado ou para outro. Imagine que você e sua banda acabaram de começar e querem gravar umas demos para mostrar aos amigos e familiares. Isso pode ser feito de forma caseira, caso tenham equipamentos suficientes, mas, na ausência deles, um estúdio menor e mais simples já resolve a demanda.

Por outro lado, se vocês já têm o projeto de um single, EP ou disco, pode ser interessante optar por um estúdio mais qualificado, com equipamentos modernos e conceituados e com profissionais experientes. Tudo depende do tipo de projeto que você tem em mente!

Portfólio do estúdio de gravação

Ao escolher um estúdio de gravação, não se pode dar tiro no escuro. Qualquer negócio minimamente profissional tem um portfólio para apresentar a potenciais clientes, e o estúdio não pode ser diferente.

Analise se o portfólio está adequado às suas ideias. Há estúdios que possuem profissionais com uma percepção melhor para gravar sertanejo, ao passo que outros têm vasta experiência com rock e blues. O portfólio é um bom material para analisar se suas expectativas poderão ser correspondidas.

Estrutura

A localização, o espaço físico e os equipamentos disponíveis no estúdio são de fundamental importância na hora da escolha. De nada adianta encontrar o estúdio perfeito se os músicos não terão como se locomover para o local.

Da mesma forma, o espaço de gravação e monitoração deve atender aos anseios do produtor do disco, para que consiga orientar os músicos no processo de gravação.

Outro item essencial é o equipamento disponibilizado para o processo. O estúdio possui bons microfones, amplificadores, conversor, monitores de referência e periféricos (compressores e efeitos)? Se sim, ótimo! A estrutura pode ser uma forma de comparar estúdios com orçamentos semelhantes.

Profissionais envolvidos

Quando você entra em um estúdio de gravação, provavelmente já tem o arranjador, o produtor do disco/single. Mas os profissionais do local são muito importantes para o resultado final, em especial, o engenheiro de som e o técnico de gravação. Normalmente, além de serem responsáveis pela gravação em si, eles finalizam o disco com a edição, mixagem e masterização. Essas últimas etapas influenciam demais na sonorização do trabalho.

O engenheiro de som, inclusive, pode ser também o produtor do disco, caso a banda não tenha um. Por isso, é tão importante ter boas referências desses profissionais.

Orçamento

Por fim, após encontrar alguns estúdios que atendam aos requisitos imaginados para seu projeto, o orçamento do estúdio de gravação é um definidor na escolha. Existem muitos locais que podem oferecer um bom trabalho e possuem valores semelhantes, que se encaixam nas suas possibilidades, caso em que você deverá usar critérios de desempate que melhor se aplicam.

A única dica aqui é: desconfie de valores muito baixos, que indicam a desvalorização do trabalho da classe artística ou de equipamentos e local aquém do desejado.

E não se esqueça de considerar na hora do orçamento que o processo de gravação não acaba por aqui! É preciso ainda prensar ou duplicar os discos, distribuí-los digitalmente e outras coisas. Por isso, escolha cuidadosamente um bom orçamento do estúdio de gravação para não comprometer o restante.

Escolher um estúdio de gravação é parte importante no trabalho artístico. Se ainda tiver dúvidas, converse com colegas, procure saber quais músicos já gravaram no local e mãos à obra!

Quer receber outros conteúdos gratuitos e exclusivos como esse? Inscreva-se em nossa newsletter!

Assine nossa news e fique ligado!

Não se preocupe, não enviamos spam!