Como gravar um CD e alavancar sua carreira musical

Apesar de toda a influência e presença forte das plataformas de streaming no mercado musical, gravar um CD ainda é o sonho de muitos músicos. Isso porque o CD ainda é um ótimo método de marketing musical. Assim, seja ele para distribuição gratuita em shows, ou apresentação do seu trabalho como profissional, um bom artista se mostra presente em todas as plataformas, seja ela física ou digital. Por isso, é importante traçar estratégias e saber bem como gravar um CD, para que esse processo não seja uma dor de cabeça.

A obra registrada em meio físico, seja ele CD, DVD, vinil, transforma-se em objeto de desejo para os fãs e admiradores. Assim, torna-se necessário que o artista planeje a produção de sua obra para atender a essa demanda do mercado.

Como gravar um CD

Como gravar um CD

1. Planejamento

Bem, como já é possível de se imaginar, o planejamento é primeiro passo no processo de produção do seu CD. Primeiramente, faça um cronograma com etapas e pessoas envolvidas em cada uma delas. Assim, você deve definir qual será sua equipe durante esse processo. Portanto, escolha preferencialmente pessoas engajadas que apoiem o seu trabalho.

Ainda na parte de planejamento, é necessário que você levante os custos, faça orçamentos com diversos estudos de gravação. Se você ainda não tem ideia de quanto custa gravar um CD, confira nosso blog post sobre o assunto onde exemplificamos bastante esse processo. Assim, após levantar os custos de ensaios, gravações, músicos divulgações e até mesmo do lançamento, estipule as datas e locais em uma agenda bem organizada. Então, o processo poderá de fato começar.

2. Criação

Se você está pensando em gravar um CD, provavelmente já tem as músicas com letra e arranjo que estarão nele, correto? Então, é necessário que alguém descubra o seu material e que você faça a apresentação do seu trabalho. Assim, provavelmente a pessoa que te auxiliará será um empresário musical que te dará suporte ao longo desse processo.

Bem, como já estabelecemos que as faixas já estão prontas, agora é o momento da lapidação. Portanto, nessa etapa é extremamente necessário que você ou sua banda façam ensaios frequentes. Assim, vocês poderão fazer as mudanças necessárias nos arranjos e letras em decorrência do amadurecimento das ideias. Por fim, é necessário ressaltar que você e sua banda tem que dar muita ênfase nessa fase, pois cada hora dentro de um estúdio tem um custo consideravelmente alto. Então, é melhor se vocês já estiverem bem ensaiados para não cometerem erros na hora H.

3. Escolha o estúdio

Agora, você precisa escolher o local para gravar um CD, um estúdio. Assim, é necessário que você, após levantar custos e ver quais cabem no seu orçamento, faça visitas presenciais. Conheça o estúdio, conheça as pessoas que estarão envolvidas no processo de gravação da sua obra.

Assim, é necessário ressaltar que não é preciso apenas equipamentos de ponto nesse processo, você também precisará de pessoas que saibam manusear esses equipamentos. Caso contrário, você poderá acabar com uma produção que não capture sua essência e que fique completamente fora do que você idealizou.

Ademais, se você for um artista solo, é necessário encontrar músicos que se identifiquem com o seu trabalho. Assim, você conseguirá dar mais sensibilidade e um ar mais pessoal ao seu trabalho.

4. Registre as músicas

Essa é uma etapa extremamente importante e essencial para proteger sua obra. Assim, você precisa registrar sua música e resguardá-la de direitos autorais. Dessa maneira, você conseguirá afirmar legalmente que aquelas músicas são de sua propriedade. Além disso, por lei, ninguém poderá utilizá-las sem sua autorização ou sem pagar direitos.

Existem diversas formas de registrar sua música. Por isso confira nosso blog post onde te ensinamos todas as formas de registrar sua música e descrevemos todo o procedimento para você.

5. Produza e fabrique o CD

Depois de gravar o seu CD, é necessário passar pelas etapas de mixagem e masterização para que possamos prosseguir com o processo. Confira os conceitos de mixagem e masterização;

  • Mixagem – É o processo que vem após a gravação das músicas para obter um equilíbrio entre o volume e o timbre de todos os componentes, de forma que todos possam ser ouvidos de forma clara.
  • Masterização – É considerada a cereja do bolo. Nessa etapa, será preciso ouvir cuidadosamente cada uma das faixas mixadas e corrigir alguma deficiência sonora ou outros problemas que possam ter surgido após a mixagem.

Agora, chegou a parte de definir a finalidade do seu projeto. Assim, você poderá escolher qual o melhor método de produção do CD físico. Por um lado, a prensagem tem uma maior qualidade de som e de informações. No entanto, seu tempo de produção é mais prolongado devido à complexidade da técnica. Por outro lado, a duplicação é feita mais rapidamente e levemente mais em conta. No entanto, a sua qualidade deixa um pouco a desejar. Mas, se seu objetivo for a distribuição gratuita em shows, essa é uma ótima opção.

6. Lance o CD

Chegou o momento de lançar o CD para o mercado, apresentá-lo ao público. Assim, é necessário traçar estratégias que gerem engajamento e, consequentemente, divulgação do seu trabalho. Portanto, você precisa definir onde, como e quando irá lançar esse álbum. Muitos artistas fazem festas em locais de sua escolha com convidados especiais, como uma cerimônia para comemorar mais uma etapa vencida. Assim, você também pode produzir kits de imprensa com o seu CD, releases, contato e outros itens que gerem interesse e engajamento por parte dos formadores de opinião.

7. Distribuição – Lojas / Plataformas

Agora, é muito importante que você dê atenção à distribuição da sua obra. Chegou o momento de distribuir seu álbum para lojas e plataformas digitais. Assim, é importante que esses canais estejam engatilhados para aproveitar o engajamento gerado pela divulgação do lançamento. Dessa maneira, você conseguirá ampliar sua divulgação nas mídias sociais e, consequentemente, aumentar sua possibilidade de venda.

8. Shows/Circulação

Após o lançamento do seu novo álbum, é muito interessante fazer shows de lançamento das novas músicas. Depois que o público já tiver engajado e encantado pelo seu novo disco, o interesse em ir em algum show ou da sua banda, aumenta. Dessa maneira, durante o show, você conseguirá passar para o público o calor da sua obra e a sua essência como artista. Portanto, é muito importante que o show não seja uma cópia fiel do que foi gravado em estúdio, precisa ter interatividade, cativar o seu público. Assim, você conseguirá fidelizar seus fãs e fazer do seu novo álbum um sucesso.

Esperamos que esse passo a passo de como gravar um CD te ajude a alavancar sua carreira musical.

Está a procura de uma empresa que é referência na fabricação de CDs? Entre em contato conosco!