Nos dias atuais, o surgimento e as transformações das mídias digitais vêm crescendo exponencialmente. Dessa forma, novos caminhos surgem para os artistas que desejam ingressar ou crescer dentro do mercado musical.

O declínio das mídias físicas, assim, traz certas inseguranças para os músicos que veem nos meios digitais uma chance de promover seu trabalho. Bem como a popularização da internet, que traz novas oportunidades nesse tipo de carreira.

Porém, será que o CD realmente está obsoleto? É preciso considerar ambas as opções e avaliar quais benefícios cada uma pode trazer para o seu negócio. Mídias digitais ou CD: você sabe no que deve apostar? Então, continue lendo esse artigo e descubra os dois lados dessa questão.

Importância do CD

Quem nunca ouviu falar que o livro acabaria logo após o surgimento dos ebooks? Pois então, com o CD, ocorre a mesma situação. Embora a propagação das mídias digitais tenha chegado para ficar, não extinguiu a importância que o CD confere ao mundo musical.

O CD, embora coadjuvante na carreira do músico moderno, é o carro chefe de todo artista dentro da música. Hoje, muitas pessoas ainda preferem o CD por sua qualidade visual e por ser mais completo, não contendo apenas as músicas de sucesso. Assim, preferem a versão física do produto.

Ademais, sua comercialização impulsiona a aquisição de muitos colecionadores que atribuem valor sentimental à exclusividade do CD. Indivíduos mais tradicionais, que não utilizam a internet para acessar conteúdos musicais, também são leais a isso.

A distribuição gratuita dos CDs, por sua vez, auxilia muito no reconhecimento do artista por um número maior de pessoas. Assim, pode ser adotada em shows e eventos para o crescimento de sua carreira.

O papel das mídias digitais

Não é segredo que as mídias digitais ocupam um papel importante no cenário musical atualmente. Dessa forma, uma das vantagens do surgimento das redes sociais e plataformas de streaming foi a praticidade configurada por elas.

Logo, a democratização do acesso à música é algo positivo que agrega maior facilidade ao consumo do conteúdo musical. Sobretudo, para os indivíduos que não possuíam tal acesso com a existência única do CD.

Além disso, as mídias digitais representam hoje os agentes centrais da divulgação de artistas. É por meio dessas plataformas que as pessoas buscam o perfil e as músicas de cada artista, visto são utilizadas pela maioria da população.

O relacionamento com o público, por sua vez, é impulsionado de forma exponencial a partir da existência dessas mídias. A manutenção da comunicação com os fãs é algo primordial, constituindo, em sua essência, uma relação de fidelidade. Dessa maneira, há também maior alcance de conteúdo para outras partes do globo, o que antes inexistia por conta das limitações físicas.

Em qual devo apostar?

Como artista, você deve ter em mente que a existência das mídias digitais é uma vantagem para o seu negócio. Porém, não se deve subestimar o poder que o CD exerce em sua vida profissional.

Afinal, o CD é agente imprescindível para personalizar sua presença diante do público. Assim, não representa apenas um aliado ao seu sucesso musical. Apostar em uma ou outra maneira de alcançar o público pode não ser o ideal, mas sim combinar ambas.

Tente priorizar a qualidade e a modernização de seus CDs, investindo, ao mesmo tempo, em uma forte presença digital. Assim, por meio da aplicação de uma boa estratégia de marketing, veja muitas oportunidades se abrirem para o crescimento de seu sonho.

E então, te ajudamos a descobrir em qual deles você deve apostar? Não se esqueça de considerar suas opções e aprenda como conciliar os dois visando ao alcance de uma carreira promissora!

Se também possuir curiosidades acerca da embalagem do seu CD, clique aqui e descubra a melhor opção para você.

Assine nossa news e fique ligado!

Não se preocupe, não enviamos spam!